Desporto

Euro2016: site norte-americano arrasa franceses

“A seleção francesa teve 120 minutos para marcar um golo na final de domingo, jogada no seu território. Falharam. O golo que sofreram no tempo extra, marcado pelo substituto Éder, foi um golpe legítimo”

Meios de comunicação de todo o mundo ‘atiraram-se’ a Portugal após a vitória na final do Euro2016. No entanto, houve quem reprovasse a atitude dos franceses.

O site norte-americano Sporting News criticou o comportamento dos gauleses e saiu em defesa da equipa das Quinas: “O comportamento dos franceses na derrota foi pior do que a sua performance na final do Euro'2016”.

“A seleção francesa teve 120 minutos para marcar um golo na final de domingo, jogada no seu território. Falharam. O golo que sofreram no tempo extra, marcado pelo substituto Éder, foi um golpe legítimo”, lê-se no artigo.

O mesmo site diz que foi “chocante ver vários jogadores franceses recusarem receber as medalhas de prata (...) e ver futebolistas como Pogba a retirá-la imediatamente do seu pescoço”.

O Sporting News refere que esta foi uma derrota embaraçosa para os franceses, já que a “estrela” portuguesa, Cristiano Ronaldo, nem sequer esteve em campo durante a maior parte do jogo: “Não há dúvida de que foi uma desilusão para os franceses perderem enquanto favoritos. Mas não houve qualquer decisão polémica que possa ter-lhes custado a derrota. Até tiveram a vantagem de ver a estrela portuguesa, o avançado Cristiano Ronaldo, sair lesionado aos 25 minutos, depois de uma entrada de Dimitri Payet que deveria ter sido falta”.

O site aproveitou ainda para elogiar o médio gaulês Blaise Matuidi: “Subiu ao palanque em lágrimas, recebeu a medalha no seu pescoço e aceitou um pequeno abraço do dirigente que a deu. Depois desceu as escadas, ainda com a medalha, tendo ficado a ver Portugal receber o troféu, a dançar e a cantar por um bocado”.