UEFA pede ajuda a cidades anfitriãs no combate ao racismo no Euro

UEFA pede ajuda a cidades anfitriãs no combate ao racismo no Euro

A UEFA apelou às cidades polacas e ucranianas que enviem polícias para os treinos das equipas que participam no Euro 2012, a fim de evitarem novos abusos racistas.

este pedido preventivo inclui também um apelo para que os prevaricadores sejam judicialmente acusados. é a resposta do organismo que tutela o futebol europeu às situações ocorridas num treino da holanda.

a uefa escreveu aos autarcas das cidades anfitriãs pedindo «todas as medidas eficazes e necessárias, incluindo um aumento da presença policial».

«foi também enviada uma carta à ministra do desporto, joanna mucha, solicitando o apoio total das autoridades polacas no que diz respeito a estes assuntos importantes», lê-se num comunicado daquele organismo europeu.

a uefa já solicitou que qualquer pessoa «envolvida em comportamentos racistas seja imediatamente retirada do estádio e das imediações, e que esses indivíduos sejam criminalmente processados».

ap/sol