Internacional

Dilma Rousseff constituída arguida

Julgamento está previsto para a úlitma semana de agosto

Dilma Rousseff foi esta madrugada constituída arguida no processo que enfrenta por irregularidades cometidas no exercício do cargo de presidente do Brasil.

No final de uma sessão especial do Senado, 59 membros aprovaram o parecer do relator, António Anastasia, que recomenda levar Dilma a julgamento. Outros 21 senadores votaram contra. O presidente do Senado, Renan Calheiros, não votou, pois o seu voto sós eira usado em caso de empate.

Recorde-se que os opositores de Dilma precisavam de apenas 41 votos para levá-la a julgamento. Este está previsto para a última semana de agosto.