Internacional

Turquia anuncia libertação de 38 mil presos

Milhares de pessoas foram detidas após a tentativa de golpe de Estado, no passado dia 15 de julho

A Turquia anunciou que vai libertar 38 mil presos. Uma decisão que terá sido tomada devido a uma sobrelotação nos estabelecimentos prisionais, uma vez que milhares de pessoas foram detidas depois da tentativa de golpe de Estado, no passado dia 15 de julho.

O anúncio foi feito pelo ministro da Justiça turco, lê-se no Guardian. Bekir Bozdağ explicou que este decreto do governo não é uma amnistia ou um perdão e não se aplica a crimes cometidos depois do dia 1 de julho.

O documento permite a libertação de presos que tenham dois anos ou menos de pena ainda por cumprir e aqueles que já tenham cumprido metade da pena tornam-se candidatos à liberdade condicional.

Excluídas deste processo estão as pessoas presas por homicídio, violência doméstica, abusos sexuais, terrorismo e outros crimes contra o Estado.