Economia

Pensões mais baixas sobem, mais altas ficam sem cortes

No próximo ano, haverá aumentos nas pensões, sendo que quanto mais baixas, maiores serão as atualizações. 

Por exemplo, no caso das pensões que vão até 628 euros, será aplicado aumento de 10 euros em agosto. Para o Executivo de António Costa este aumento é acima de tudo uma «forma de compensar a perda de poder de compra causada pela suspensão, no período entre 2011 e 2015, do regime de atualização das pensões».

Mas também há novidades para quem recebe pensões mais altas porque não vai ser renovada a contribuição extraordinária de solidariedade (CES). Ou seja, quem tem pensões muito mais altas, fica agora livre de todos os cortes que tanta polémica criaram quando foram anunciados. Em causa ficam assim cerca de 20 milhões de euros de receita pública.