Desporto

Ténis. João Sousa na final de Auckland

Bateu o cipriota Marcos Baghdatis nas meias-finais; agora segue-se o norte-americano Jack Sock

João Sousa qualificou-se para a final do torneio de Auckland, na Nova Zelândia, ao vencer nas meias-finais o cipriota Marcos Baghdatis, 36º do ranking mundial.

O português, que ocupa a 44ª posição a nível mundial, ganhou a partida das meias-finais por 6-1 e 7-5 e vai agora disputar a final com o norte-americano Jack Sock, que venceu o também norte-americano Steve Johnson e se qualificou pela segunda vez consecutiva para a final do torneio neozelandês.

"Fiz um encontro muito bom. Consegui ser muito agressivo, principalmente com a minha direita a dominar os pontos. Também estive muito bem no capítulo do serviço", disse o número um português à sua assessoria de imprensa, antecipando também já o encontro com Sock: "Conheço-o bem. Já o defrontei no ano passado, mas as condições aqui são diferentes das de Madrid. Agora, vou descansar para poder estar 100 por cento para vencer."

Esta será a oitava final que João Sousa disputa na carreira. No sábado, tentará conquistar o terceiro título no circuito, depois das vitórias nos torneio de Kuala Lumpur, em 2013, e Valência, Espanha, em 2015. No percurso no circuito profissional, o tenista vimaranense disputou mais cinco finais: duas em 2014, em Bastad, na Suécia, e Metz, em França, e três em 2015, em São Petersburgo, na Rússia, Umag, na Croácia, e Genebra, Suíça.

Na final de sábado, João Sousa defronta Jack Sock, 23º da hierarquia, pela segunda vez na carreira. O primeiro confronto ocorreu em 2016, na terceira ronda do Masters 1000 de Madrid, com o português a vencer o norte-americano em três sets, por 6-1, 6-7 (3-7) e 6-2. Nessa edição do torneio madrileno, João Sousa acabou por ser eliminado nos quartos de final pelo espanhol Rafael Nadal, antigo líder do ranking mundial.

Jack Sock tem apenas um troféu no palmarés, conquistado em 2015 no torneio de Houston, Estados Unidos, tendo disputado mais quatro finais: as duas últimas edições do torneio de Estocolmo e as edições de 2016 de Houston e Auckland.

Entretanto, João Sousa ficou também a conhecer o adversário na primeira ronda do Open da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano. O português irá defrontar o australiano Jordan Thompson, nº 75 do ranking, com quem já se encontrou precisamente na ronda inaugural da edição de 2015. Então, João Sousa venceu em três sets, pelos parciais de 6-4, 7-6 (7-5) e 6-4.

O outro português no quadro principal, Gastão Elias (81º do ranking), vai assinalar a estreia absoluta com outro australiano, Nick Kyrgios, atual 14º da classificação mundial. Eliminado logo à primeira na fase de qualificação nas duas últimas edições desta prova, Gastão Elias vai defrontar pela primeira vez Nick Kyrgios, o vice-campeão do Estoril Open de 2015.