Cultura

Ideias para o fim de semana. Que o frio não o impeça de sair de casa

As temperaturas vão continuar a baixar, mas estas sugestões valem o casaco extra para sair de casa.


Sexta-feira

Oficina do Cego – Prémios Edição Independente 2014-2016

Porque já não há vida sem prémios, galas e galinhas, após deliberação do júri, foi escolhido um vencedor do Prémio Oficina do Cego para a Edição Independente do biénio 2014-2016. Hoje, pelas 19h, na Leituria (Rua Dona Estefânia, 123A, Lisboa), terá lugar um pequeno encontro onde será anunciado o vencedor do prémio.

A Noite da Iguana

Depois de “Gata em Telhado de Zinco Quente” (2014), “Doce Pássaro da Juventude” (2015) e “Jardim Zoológico de Vidro” (2016), Jorge Silva Melo leva a cena no São Luiz mais um texto de Tenessee Williams, “A Noite da Iguana”. Numa pensão junto à costa mexicana, T. Lawrence Shannon (Nuno Lopes), um antigo pastor à beira de um colapso nervoso vai ao reencontro de Maxine (Maria João Luís), a dona do hotel, onde acaba por conhecer uma pintora (Joana Bárcia) que tenta vender aguarelas enquanto, sem dinheiro, anda com o seu avô moribundo de hotel em hotel. Uma coprodução dos Artistas Unidos com o São Luiz Teatro Municipal e o Teatro Nacional São João. Para ver esta noite, às 21h.

Sábado

À descoberta de Lisboa Islâmica

Inês Ribeiro e Raquel Policarpo prometem levá-lo numa viagem através do tempo até à cidade islâmica de Uxbuna. Pelas ruelas aventure-se em busca da antiga Cerca Moura e descubra os caminhos traçados há muitos anos por walis, muladis e moçárabes.

Ao longo do rio Tejo, os estreitos caminhos de Alfama e da Mouraria e os melhores sítios arqueológicos da cidade levam-nos ao passado e dão a conhecer esta Lisboa antiga. Com a Conquista Cristã à mistura, a cidade ganha vida com as histórias de antigos reis e cruzados.

Ponto de encontro às 10h no Terreiro do Paço - junto à estátua de D. José. Preço por pessoa: 20 euros (inclui entrada no Núcleo Arqueológico da Sé)

As criadas no teatro aveirense

A partir do momento em que a patroa se ausenta, a fantasia rasga-se no imaginário de duas irmãs, que se transportam para longe das suas próprias vidas, numa fuga urgente de um quotidiano miserável. Neste olhar de Marco Martins sobre o texto de Genet, o palco transforma-se num espaço de enclausuramento onde Beatriz Batarda, Sara Carinhas e Luísa Cruz exploram as diversas identidades daquelas personagens em construção. Esta noite, às 21h30, em Aveiro.

Domingo

Música portuguesa na casa da música

Hoje, ao meio-dia, A Banda Sinfónica Portuguesa regressa ao palco da Sala Suggia para mais uma edição do Concurso Nacional de Composição BSP, onde os novos talentos da composição contemporânea portuguesa para banda se vão fazer ouvir. No final do concerto será decidida a obra vencedora do concurso. A este programa junta-se ainda a estreia de uma obra encomendada pela Banda Sinfónica Portuguesa a Daniel Martinho, jovem compositor que tem somado uma considerável experiência na escrita para este tipo de formação.

Eduardo Lourenço no CCB

Ao final da tarde (18h) no Pequeno Auditório do CCB terá lugar uma conferência do pensador e crítico Eduardo Lourenço, sob o título “(Quase) Toda uma Vida”. A entrevista será conduzida por Anabela Mota Ribeiro, que assim apresenta mais um ciclo de conversas: “Há uma geração de portugueses de exceção que gostaria de ouvir – como forma de guardar a memória, registar testemunhos que ficam para sempre, indo ao encontro das suas áreas de atuação, vivências particulares, histórias de vida, partindo da infância”.