Desporto

FC Porto. Dragões assumem obrigatoriedade de compra do passe de Óliver

O comunicado emitido à CMVM no momento da sua chegada falava apenas de uma "opção de compra"

FC Porto. Dragões assumem obrigatoriedade de compra do passe de Óliver

O FC Porto confirmou esta terça-feira, por intermédio do seu Diretor de Comunicação e Informação, Francisco J. Marques, a obrigatoriedade de compra de Óliver Torres, que se encontra emprestado aos dragões pelo Atlético de Madrid.

No momento da chegada do médio espanhol, o comunicado enviado pelos dragões à CMVM referia apenas um empréstimo de época e meia, até 31 de dezembro de 2017, com "opção de compra definitiva dos direitos." Em declarações ao Porto Canal, porém, Francisco J. Marques fez a revelação enquanto diferenciava os casos de Óliver e Diogo Jota, outro atleta cedido pelos colchoneros. "São empréstimos diferentes. No caso do Óliver Torres, é jogador do FC Porto porque há uma obrigação de compra. O FC Porto vai ter de acionar a cláusula. No caso do Diogo Jota, não, há uma opção de compra. Pode acionar ou não", salientou o dirigente.

A informação foi revelada quando Francisco J. Marques negava o rumor de que Soares estará no FC Porto por empréstimo do Vitória de Guimarães, e não em definitivo - se assim fosse, não poderia defrontar os vimaranenses neste fim de semana. "O FC Porto quando tem jogadores emprestados diz que são emprestados", asseverou.

Os comentários estão desactivados.