Desporto

China. Villas-Boas promete troféus... com um avançado do Leixões

Treinador português quer acabar com o reinado do Guangzhou de Scolari


André Villas-Boas não esconde a ambição nas vésperas do arranque da aventura na China. O técnico português irá orientar o Shanghai SIPG esta temporada e já deu a palavra de ordem: a época tem de terminar com a conquista de troféus.

"Prometi ao presidente que no final da temporada ele 'dormiria' com um troféu. Espero que eu e os jogadores possamos dar-lhe 'essa noite especial' no final da temporada. Cabe-nos a nós fazer a diferença em campo e garantir que alcançamos os objetivos, o sonho de todos é vencer. É muito importante para nós tentarmos encurtar a distância para o topo, sermos os primeiros, conseguirmos ganhar os troféus", afirmou, à margem de um evento de lançamento da época, em alusão aos 12 pontos de vantagem com que o Guangzhou Evergrande, de Luiz Felipe Scolari, arrecadou o sexto título consecutivo em 2016.

O Shanghai SIPG não olhou a despesas na hora de reforçar a equipa - basta olhar para os 60 milhões de euros dispendidos na contratação do brasileiro Oscar ao Chelsea -, e Villas-Boas também não se esqueceu desse facto. "Acho que é um bom momento para agradecermos o esforço financeiro que fizeram. Agora acho que cabe-nos a nós fazer a diferença em campo e garantir que alcançamos os objetivos. O sonho de todos é vencer", salientou.

Além de Oscar, o Shanghai SIPG conta ainda nas suas fileiras com os internacionais brasileiros Elkeson e Hulk (ex-FC Porto), bem como o central português Ricardo Carvalho. No mesmo evento, porém, o presidente do clube confirmou ainda a intenção de avançar para a aquisição de Wei Shiao, avançado que soma 21 jogos e dois golos pelo Leixões esta temporada.