Sociedade

EMEL procura voluntários para experimentar rede de bicicletas

Serviço vai contar com 1410 bicicletas espalhadas por 140 estações da cidade de Lisboa


Se gosta de andar de bicicleta, vai gostar mais ainda da proposta feita esta quarta-feira pela Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL): este organismo procura voluntários que queiram testar a rede de bicicletas partilhadas que está a ser desenvolvida em Lisboa.

A fase de testes desta rede, que vai contar com 1410 bicicletas espalhadas por 140 estações da capital portuguesa, arranca em março. Nesta altura, estarão 100 bicicletas em dez estações da cidade.

Se gostava de participar nesta fase de testes, basta inscrever-se no site que a empresa vai criar brevemente para o efeito.

Depois de uma análise às conclusões desta experiência, a rede de biciletas, que resulta de um investimento de 23 milhões de euros, irá arrancar - a perspectiva é que tal aconteça na primavera do próximo ano. O bilhete diário deverá custar 10 euros e o passe anual 36 euros.