Sociedade

Correr maratonas pode ser prejudicial à saúde

O aviso é feito por investigadores da Universidade de Yale, nos EUA.

Um estudo levado a cabo por investigadores da Universidade de Yale, nos EUA, afirma que correr maratonas pode fazer mal à saúde.

Este estudo diz que 80% dos maratonistas sofre de insuficiência renal no fim das corridas devido à desidratação.

Os rins dos atletas reagem ao esforço físico como responderia a complicações decorrentes de uma cirurgia. Estas dificuldades renais manifestam-se na dificuldade de filtrar o sangue.

Estes problemas são causados pela subida da temperatura do corpo, a desidratação e a diminuição do fluxo sanguíneo para os rins.

O estudo diz que apesar de os rins dos maratonistas recuperarem em dois dias, este facto faz com que se levantem questões sobre os efeitos a longo prazo de correr uma maratona.