Desporto

Souza: "Tenho nojo dos Super-Dragões, deviam acabar!"

Antigo médio do FC Porto não vê perdão possível para com a claque portista após o cântico entoado esta quarta-feira no jogo de andebol com o Benfica

O cântico da principal claque do FC Porto, os Super-Dragões, no jogo de andebol desta quarta-feira com o Benfica já chegou ao outro lado do oceano Atlântico e está a deixar os brasileiros em estado de choque - a queda do avião da Chapecoense, em novembro passado, é uma ferida recente que ainda vai demorar a sarar.

E as reações estão a chegar até de antigos jogadores... do FC Porto. Como Souza, médio brasileiro que passou pelos dragões entre 2010 e 2011, conquistando dois campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e uma Liga Europa. Hoje no Fenerbahçe, o internacional brasileiro não poupou nas críticas à claque portista, exigindo mesmo a sua extinção.

"Nojo dessa torcida, Super Dragões! Enquanto os torcedores do São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Santos juntaram-se para cantar juntos 'vamos, vamos Chape', essa torcida deseja a morte dos jogadores do Benfica? Vergonha e nojo, mesmo. Tenho grande carinho pelo FC Porto e pela sua torcida, agora pela claque que cantou isso tenho nojo, mesmo, tinha que acabar", escreveu o médio na sua página de Facebook.