Economia

Uber com prejuízos de 2,8 mil milhões em 2016

Já em março havia dúvidas sobre quais seriam os resultados de 2016. A estimativa era de que os prejuízos crescessem para 3 mil milhões de dólares.

As contas da Uber são tudo menos animadoras. De acordo com os dados revelados pela empresa de transporte de passageiros, em 2016, foram registados prejuízos de 2,8 mil milhões de dólares (cerca de 2,6 mil milhões de euros). 

Ainda assim, o volume de negócios apresentado foi de 6,5 mil milhões de dólares, com o número de viagens a duplicar.

A verdade é que a empresa tem passado por momentos complicados. Recorde-se que, em março, o presidente demitiu-se chocado com a empresa. Jeff Jones era o número dois da Uber e tinha entrado há seis meses, mas acabou por bater com a porta. A razão? Incompatibilidade.

"As convições e a forma de liderança que têm guiado a minha carreira são inconsistentes com o que vi e vivi na Uber”, justificou. 

Na altura, uma das razões que chegou a ser apontada tinha exatamente a ver com os resultados de 2016. Apesar de não serem conhecidos na altura, as estimativas apontavam para a possibilidade de os prejuízos crescerem para os 3 mil milhões de dólares.