Internacional

Espanha. Sánchez perto da reeleição no PSOE

Ex-secretário-geral socialista lidera as eleições primárias socialistas, com 85% dos votos contabilizados

Tudo indica que Pedro Sánchez será reconduzido ao cargo de secretário-geral do Partido Socialista espanhol, nas eleições primárias deste domingo.

Com 85,05% dos votos contabilizados, o homem que foi afastado da liderança do partido, em outubro do ano passado, pela cúpula socialista, lidera as primárias com 49,61% dos votos, contra os 40,32% de Susana Díaz e 10,07% de Patxi López

Afogado numa enorme crise, o PSOE contou com uma participação recorde, numas eleições internas. Dos 187 mil militantes inscritos, 80,91% foram às urnas.