Vida

Depois de ter dito que era pansexual, Miley Cyrus faz revelações sobre a sua vida íntima

Artista diz que é um "espírito sem género"


Em 2015, durante uma entrevista à revista Elle, Miley Cyrus revelou que era pansexual. Agora, a cantora e atriz fez uma nova revelação sobre a sua sexualidade.

“Estou aberta a tudo o que é consensual e que não envolva animais ou menores”, disse à revista Elle. “Tudo o que é legal, eu alinho. Qualquer adulto – qualquer pessoa com mais de 18 anos que me ame. Não me identifico com o rótulo rapaz ou rapariga e o meu parceiro também não tem de se identificar”, acrescentou.

Os termos pansexual e bissexual são muitas vezes confundidos: Enquanto o último implica uma atracção pelo sexo masculino ou feminino, a pansexualidade abrange inclui também os transexuais e intersexuais. Ou seja, o pansexual rejeita o conceito binário da sexualidade. 

Agora, Cyrus não se identifica como pansexual, mas sim como uma pessoa “sem género”.

“Sou estranha por muitas razões. Sinto-me sem género e sem idade. Sou um espírito livre, nem um ser humano, nem um animal”, disse no programa britânico ‘Lorraine’. “Não há eu e eles e não há nós e vós. Não quero ser nada”, acrescentou.

Recorde-se que a artista está noiva do ator Liam Hemsworth.

Os comentários estão desactivados.