Sociedade

Sócrates sai de restaurante de luxo sem pagar a conta

José Sócrates jantou com um ex-ministro do Brasil num dos restaurantes mais caros do Rio de Janeiro, mas saiu sem pagar a conta

O antigo primeiro-ministro português e um ex-ministro do Governo brasileiro saíram de um dos restaurantes mais caros do Rio de Janeiro – o Fasano – sem pagar a conta, e a revelação foi feita através de uma escuta realizada a Paulo Lalanda e Castro, ex-administrador da Octapharma e arguido na Operação Marquês, assim como José Sócrates.

A notícia merece hoje destaque na capa do Correio da Manhã, mas os pormenores  do almoço já tinham sido divulgados pelo SOL em novembro de 2015.

Recorde-se que terá sido o próprio Lalanda de Castro a contar a Sócrates que foi o dono do restaurante que lhe ligou, chamada que o empresário estranhou, mas cuja estranheza não o impediu de regularizar a situação.

A escuta foi feita no dia 2 de outubro de 2014, antes da detenção do antigo primeiro-ministro.