Desporto

EUA. Kaká expulso por gesto de carinho a ex-colega (com vídeo)

Um momento incrível na MLS a fazer lembrar o episódio entre Jorge Andrade e Deco em 2004, na Liga dos Campeões

É uma situação no mínimo insólita, mas longe de ser inédita. Um episódio semelhante, de resto, está ainda na memória de grande parte dos adeptos nacionais.

Na passada madrugada, o internacional brasileiro Kaká foi expulso no encontro entre o Orlando City, equipa da qual é capitão, e o New York Red Bulls. E tudo devido a um gesto amigável para com o central francês Aurélien Collin, que passou pelo Vitória de Setúbal entre 2009 e 2011. Os dois jogadores foram colegas de equipa no Orlando City entre 2015 e 2016 e a amizade que os une desde então acabou por se virar contra Kaká.

Após uma jogada mais acesa, que motivou algumas picardias por parte dos jogadores de ambas as equipas, Kaká acabou por agarrar a face de Collin, tentando tirá-lo do foco da confusão de forma amigável. O árbitro não viu a situação em tempo real, mas ao ver as imagens com recurso à tecnologia, entendeu tratar-se de uma tentativa de agressão e expulsou o antigo Bola de Ouro, de nada valendo as explicações de Kaká e do próprio Collin.

Em 2004, recorde-se, aconteceu algo bastante idêntico entre Jorge Andrade e Deco em plena meia-final da Liga dos Campeões - que o FC Porto viria a ganhar. Então, ao passar pelo amigo e ex-colega de equipa, o antigo central português deu um toque amigável com o pé no corpo do médio. O árbitro Markus Merk entendeu que tal comportamento configurava igualmente uma agressão e expulsou Jorge Andrade, para espanto dos jogadores e do público.

Veja abaixo os dois lances: