Internacional

Interpol emitiu mandado de captura para herdeiro da Red Bull

Vorayuth Yoovidhya é acusado de atropelamento e fuga que resultou na morte de um polícia nas ruas de Banquecoque em 2012


A Interpol emitiu um mandado de captura para o herdeiro bilionário da Red Bull, Vorayuth Yoovidhya, na sequência de um atropelamento e fuga que resultou na morte de um polícia tailandês nas ruas de Banguecoque, em 2012. É acusado de ter causado a morte do agente por condução imprudente enquanto conduzia um ferrari.

O suspeito fugiu da Tailândia em abril deste ano depois de ter tomado conhecimento de que um mandado de captura tinha sido emitido pelas autoridades tailandesas. Desde 2012 que Yoovidhya não comparecia nas audiências com os procuradores, permitindo que alguns dos crimes de que era acusado prescrevessem, como o de ter abandonado o local do acidente.

O mandado de captura da Interpol abrange os 190 Estados-membros. Entre outras medidas, o mandado alerta, teoricamente, os funcionários das fronteiras, dificultando as viagens internacionais e tornando a detenção provável. Em maio deste ano as autoridades tailandesas cancelaram o passaporte de Yoodhya. 

Vorayuth Yoodhya tem 32 anos e é o neto de um dos fundadores da marca Red Bull, uma das bebidas energéticas mais populares no mundo. 

Os comentários estão desactivados.