Sociedade

Lusodescendente desaparecida em França. Suspeitos foram postos em liberdade

Dois homens tinham sido detidos esta semana, mas foram libertados este sábado

 Lusodescendente desaparecida em França. Suspeitos foram postos em liberdade

As autoridades francesas libertaram os dois suspeitos detidos esta semana por suspeita de estarem envolvidos no desaparecimento de Maëlys de Araújo, de 9 anos, uma lusodescendente vista pela última vez num casamento na madrugada de domingo passado.

O primeiro suspeito foi detido na quarta-feira passada, tendo prestado declarações incoerentes e contraditórias. 
Entretanto outro homem, amigo do primeiro, foi também posto sob custódia policial, esta sexta-feira, com o objetivo de as autoridades confrontarem as declarações dos dois, escreve o jornal francês Le Parisien.

Este sábado foram ambos libertados, e todos os cenários estão ainda em aberto e as buscas continuam. 

Dezenas de polícias e de bombeiros apoiados por cães e helicópteros, assim como muitos voluntários, estão a bater a zona onde o casamento se realizou, em Pont-de-Beauvoisin, na esperança de encontrarem a criança ou pistas do seu paradeiro.

 

Os comentários estão desactivados.