Desporto

Premier League. United escorrega e falha pleno

O conjunto orientado por José Mourinho não conseguiu vencer na deslocação ao terreno do Stoke: 2-2

Não foi um sábado de felicidade plena para José Mourinho: depois de ver o rival Manchester City a trucidar o Liverpool (5-0), o treinador português não foi além de um empate (2-2) na deslocação ao terreno do Stoke, falhando assim o pleno - somava três vitórias noutros tantos jogos. Tem agora dez pontos, liderando a prova em igualdade com o conjunto orientado por Pep Guardiola.

O Manchester United, adversário do Benfica na Liga dos Campeões, esteve mesmo a perder, mercê de um golo do camaronês Choupo-Moting aos 43 minutos, a passe de Mame Diouf - antigo jogador... do United. Os Red Devils, porém, reagiram de imediato e conseguiram o empate ainda antes do intervalo, pela cabeça de Rashford.

O United entrou forte no segundo tempo, passando para a frente do marcador aos 58' com um golo de Lukaku, após um extraordinário passe a rasgar de Mkhitaryan. Mas Choupo-Moting ainda não estava satisfeito e, cinco minutos depois, restabeleceu o empate, fugindo à marcação de Phil Jones na sequência de um canto.

A um ponto dos rivais de Manchester segue o campeão Chelsea, que foi ao terreno do Leicester vencer por 2-1. Em cima do intervalo, Morata abriu o marcador, com Kanté a aumentar aos 50'. O melhor que o Leicester conseguiu foi reduzir aos 62' por intermédio de Vardy, na transformação de uma grande penalidade. Também o Tottenham e o Arsenal saíram da jornada a sorrir: os Spurs ganharam inequivocamente em casa do Everton (3-0), com um bis de Kane, e os Gunners não sentiram dificuldades para vencer na receção ao Bournemouth pelo mesmo resultado - Welbeck também bisou.

Realce ainda para o Watford, de Marco Silva, que continua sem perder e já é quarto à condição, com oito pontos. Neste sábado, o conjunto orientado pelo treinador português foi vencer por 2-0 ao reduto do Southampton, que contou com Cédric em campo os 90'. Doucouré, aos 38', e Janmaat, aos 66', fizeram o resultado com dois remates de fora da área. Carrillo, extremo peruano cedido pelo Benfica, fez os 90'.

No Championship, o Sheffield Wednesday de Carlos Carvalhal também venceu: 3-1 ao Nottingham Forest. Os Owls ocupam agora a décima posição na tabela, decorridas seis jornadas. Mas houve mais portugueses a festejar: o Wolves, orientado por Nuno Espírito Santo, venceu o Millwall por 1-0, com o golo triunfal a ser apontado por Diogo Jota, e o Norwich triunfou perante o Birmingham com o mesmo resultado mercê de um golo de Nélson Oliveira. Ivo Pinto também foi titular nos Canaries, enquanto Roderick Miranda, Rúben Vinagre e Rúben Neves foram igualmente escolhas de Nuno nos Wolves, que subiram ao terceiro lugar, a três pontos do líder Cardiff. Ivan Cavaleiro entrou aos 87' para o lugar de Jota.

Sorte distinta teve Filipe Morais, titular na pesada derrota caseira do Bolton, último classificado, diante do Middlesbrough (0-3).