Vida

Instagram pede desculpa por apagar imagem de criança com deficiência

A equipa do Instagram pediu desculpa publicamente, por ter removido da rede social uma fotografia onde aparecia uma criança, um rapaz, com desfiguração facial, após esta ter sido denunciada.

Harry Beswick, de 12 anos, nasceu com uma deficiência, síndrome de Goldenhar, ou seja, o menino nasceu sem olho, narina e orelha do lado esquerdo da cara.

A mãe da criança, Charlie, tem um blogue onde costuma publicar fotografias do filho e onde escreve sobre a doença deste. mas há alguns dias, Charlie publicou uma imagem onde aparecia abraçada a Harry, e no momento em que a fotografia foi tirada, o menino não estava a utilizar uma prótese ocular, como é costume, e um utilizador do Instagram reportou a imagem à equipa de conteúdo da rede, que acabou por remver a imagem do Instagram. 

"Alguém denunciou a cara do meu filho e o Instagram concordou, dizendo que não é compatível com as diretrizes", escreveu no Twitter a mãe de Harry.

A rede social, como é um assunto publicamente conhecido, proíbe imagens “inapropriadas”, que incluem nudez ou que celebram o crime organizado ou terrorismo. Além disso, proíbe ainda conteúdo utilizado para intimidar alguém, seja pela raça, pelo género, orientação sexual, escolhe religiosa ou deficiência.

Numa mensagem publicada no Facebook, acerca do mesmo assunto, a mãe do menino escreveu: "O que é que vocês veem quando olham para o meu rapaz? Eu vejo o sorriso mais bonito, um coração maravilhoso e o amor mais puro. Tristemente, algumas pessoas no Instagram acham que é demasiado olhar para ele e tiveram de denunciar uma fotografia".

Muitas pessoas manifestaram-se contra a atitude da empresa, que acabou por emitir um pedido de desculpa e restaurar a fotografia. “Removemos a foto por engano, mas rapidamente a restauramos, assim que o erro nos foi exposto", adiantou uma porta-voz do Instagram. "Pedimos desculpa à família", acrescentou ainda.