Vida

Encontrado caranguejo-azul no Guadiana

É uma espécie difícil de encontrar na costa portuguesa por ser originária de um local tão distante 

Vários investigadores do Centro de Ciências do Mar – CCMAR – descobriram, no estuário do Guadiana, um recurso muito valioso: um caranguejo-azul. Esta é uma espécie característica da América do Norte.

A espécie é nativa da costa leste da América, e foi encontrada, pela primeira vez, no rio Guadiana, em junho.

A estreita colaboração entre pescadores do Guadiana e investigadores do CCMAR permitiu identificar caranguejo azul, ou siri, como também é chamado.

O aparecimento desta espécie deixou os pescadores locais intrigados, uma vez que é originária de um sítio tão distante, e também por ser um recurso pesqueiro com muito valor na costa americana.

Há registo de outros exemplares da mesma espécie capturados, anteriormente, no Estuário do Sado, o que indicia que a a mesma se estará a expandir na nossa costa.