Tecnologia

“Cápsula do tempo” enterrada num fiorde

Cientistas reuniram vários objetos e colocaram-nos numa cápsula que poderá ficar escondida mais de 500 mil anos.


Um tubo de aço com vários objetos a retratar a ciência e a tecnologia deste ano foi enterrado num fiorde na Noruega. No tubo há lava balsâmica, areia com partículas de diamante, um meteorito e até amostras de ADN humano.

A revista Nature explica que o tubo foi enterrado a 17 de setembro, na ilha norueguesa de Spitsbergen. Esta cápsula, enterrada a cinco metros de profundidade, pode ficar escondida por mais de 500 mil anos.

O objetivo é dar aos exploradores do futuro uma ideia da ciência e tecnologia usada em 2017.