Internacional

Rajoy dissolve governo catalão e marca eleições para 21 de dezembro

A Catalunha declarou esta sexta-feira a independência.


Mariano Rajoy, primeiro-ministro espanhol, reagiu à eclaração de independência por parte da Catalunha demitindo o governo catalão liderado por Carles Puigdemont. O primeiro-ministro espanhol antecipou as eleições na Catalunha para o dia 21 de dezembro.

Rajoy justificou a medida dizendo que serve para “evitar que os até agora responsáveis possam continuar a dar passos na desobediência à nossa Constituição”.

“O Governo começou a adotar já as medidas necessárias para responder às decisões que pretendem impor um sequestro inadmissível à maioria dos catalães”, referiu Rajoy, que falou após o conselho de ministros.

"Não se trata de suspender o autogoverno, mas de devolvê-lo à normalidade o mais rápido possível", acrescentou.

Recorde-se que esta sexta-feira o parlamento catalão aprovou a declaração de independência da região e o senado espanhol aprovou o artigo 155, que permite que o Governo de Madrid assuma o controlo dos poderes da Catalunha.

Em atualização

Os comentários estão desactivados.