Internacional

Bélgica poderá dar asilo a Puigdemont

A possibilidade foi colocada pela Bélgica, caso Puigdemont peça asilo 

O secretário de Estado da Imigração belga colocou a possibilidade da Bélgica conceder asilo ao presidente destituído do governo regional da Catalunha, Carles Puigdemont, caso este queria pedir asilo.

O secretário afirmou à rádio VTR, que “não foi feito nenhum pedido, mas as coisas estão a evoluir rapidamente” e que vão “seguir atentamente o que passa nas próximas horas e dias”.

Theon Francken, o secretário belga, disse que a hipótese de asilo é uma possibilidade, porque o governo espanhol “já está a falar em sentenças”.

“Quando vemos a situação, a repressão de Madrid e as penas de prisão que arrisca, questionamo-nos se ele [Puigdemont] terá um processo justo. Agora isso colocar-nos-ia numa situação diplomática delicada com Espanha”, referiu o governante belga.

A Bélgica é um dos poucos países da União Europeia onde os europeus podem pedir asilo.

O primeiro-ministro belga tem criticado algumas atitudes do governo espanhol, a propósito do referendo do dia 1 de outubro, onde Charles Michel foi o primeiro a condenar as ações de violência. Através da sua página Twitter, o primeiro-ministro escrever que é importante haver diálogo para resolver a crise política.