Sociedade

Governo aprova dois parques eólicos que aguardavam licença desde 2008

Parques de Maunça (Batalha) e Vigia (Tarouca) implicam um investimento de 50 milhões de euros

Os concelhos da Batalha (distrito de Leiria) e Tarouca (Viseu) viram aprovados por Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado da Energia, dois novos parques eólicos da EDP Renováveis. As candidaturas à atribuição de licenças datam de 2008, mas só agora viram a sua aprovação. Em causa está um investimento de 50 milhões de euros nos parques eólicos de Maunça (20 megawatts) e e de Vigia (28 megawatts).

De acordo com um comunicado do gabinete de Seguro Sanches: “A instalação destes projetos, ainda com tarifas feed-in – tarifas subsidiadas –, insere-se na lógica de estabilidade contratual e regulatória assumida pelo governo para o setor”. Segundo a mesma fonte os projetos terão “uma considerável incorporação industrial nacional, de acordo com as contrapartidas do contrato, assumidas pelo promotor com o Estado”.

A secretaria de Estado da Energia realça que estes dois projetos marcam o ponto final nas tarifas subsidiadas à produção de eletricidade: “A evolução tecnológica, entretanto registada nos últimos anos, combinada com o forte potencial solar nacional impôs, no entanto, uma mudança de paradigma no setor das energias renováveis”.

Neste contexto, refere a Secretaria de Estado da Energia, a “aposta do governo” passa agora pela “promoção de projetos renováveis, sem tarifa feed-in, que penalizem a fatura de energia, em especial das famílias”.

Até agora já foram aprovadas 14 centrais solares fotovoltaicas, com uma capacidade de produção de 521 megawatts e ainda se encontram para aprovação vários parques eólicos solar fotovoltaicos capazes de produzir mais 2000 megawatts. Em termos de biomassa, a capacidade instalada de 182 megawatts será aumentada em breve mais 60 megawatts.