Sociedade

Mulheres portuguesas são as que mais consomem calmantes

10% da população portuguesa consome diariamente este tipo de medicamentos

Portugal continua a ser o país com o consumo de calmantes mais alto e as mulheres são as que mais utilizam este tipo de fármaco.

Em 2016, um em cada cinco portugueses comprou, pelo menos, uma embalagem de medicamentos para ansiedade e insónia, correspondendo a um total de quase dois milhões de embalagens vendidas. As mulheres são as que mais consomem calmantes e cerca de 50%  têm idade entre os 55 e os 79 anos.

Esta segunda-feira, os profissionais de saúde lançaram uma campanha de sensibilização com o objetivo de alertar os utilizadores para os riscos que isso tem na saúde, como a dependência.

Em comparação com o resto da Europa, Portugal é o país que mais consome estes medicamentos, sendo que 10% da população recorre diariamente a este tipo de tratamento. A região com maior consumo é nos Açores (15%), seguindo-se as regiões Norte e Centro (10%) e o Algarve (4%).