LifeStyle

Ver televisão ajuda a melhorar uma relação amorosa

Já escolheu a série para hoje à noite?

Um estudo publicado no Journal of Social an Personal Relationships e citado pelo Independent afirma que os casais que passam mais tempo em casa a ver televisão mostram níveis mais altos de cumplicidade.

A investigação, realizada por cientistas do Reino Unido, Estados Unidos e Canadá, analisou os benefícios da partilha de uma “identidade social, que, em parte, é construída pela partilha de conhecimentos da chamada cultura popular”.

Participaram no estudo 259 pessoas que vivem numa relação considerada duradoura (o tempo médio destas relações era de 16 meses). Tiveram de revelar quantas horas por dia passavam com o seu companheiro, o número de amigos em comum que tinham e de que forma avaliavam a relação.

“O estudo concluiu que os casais que tinham poucos amigos em comum tinham uma menor compatibilidade no que diz respeito a uma identidade social, mas que o ato de verem televisão juntos funcionava como substituto”, lê-se no artigo.

“Com o nível de intimidade a aumentar, os casais partilham cada vez mais aspetos das suas vidas. Estas partilhas permitem incorporar aspetos da vida do companheiro na sua própria vivência, expandido as barreiras da sua identidade e assimilando traços, aptidões e recursos do parceiro – um processo conhecido como “self-expansion””, referem os investigadores.

Para além disso, o mundo fictício também traz benefícios: “Partilhar programas de televisão com o parceiro permite compensar a falta de interação social com um grupo de amigos. Por outras palavras, esta partilha permite procurar uma identidade social com o parceiro, promovendo a interdependência e a proximidade”.

Por isso, o melhor mesmo é sentar-se no sofá com o seu companheiro e ver algumas das suas séries preferidas.

Para ler o artigo do Journal of Social an Personal Relationships, clique aqui.