LifeStyle

2017, o ano do adeus

Muitas foram as perdas que surpreenderam o país


O ano de 2017 ficou marcado pela tragédia de Pedrógão Grande e pelos incêndios de outubro que provocaram centenas de vítimas mortais.

No entanto, o ano também ficou marcado pela perda de vários inocentes que foram vítimas de atentados terroristas em todo o mundo.

O país despediu-se de algumas das figuras emblemáticas: Mário Soares, ex-Presidente da República, que faleceu no início de janeiro após ter sido internado no final de 2016. Américo Amorim, um dos homens mais ricos de Portugal e conhecido como o ‘rei da cortiça’. O ator João Ricardo e o jornalista Pedro Rolo Duarte também se despediram do país, bem como Belmiro de Azevedo um dos maiores empresários de Portugal e, por fim, o guitarrista Zé Pedro.

O mundo também se despediu de algumas celebridades que deram nome à cultura internacional: Chris Cornell, Roger Moore e Chester Bennington.