Vida

Mulher despedida do El Corte Inglés por dar a entender a criança que Pai Natal não existe

Trabalhava para a empresa há cerca de dez anos


Uma funcionária do El Corte Inglés de Tenerife, em Espanha, foi despedida por ter, alegadamente, atitudes pouco profissionais no local de trabalho, sendo que o motivo do despedimento está relacionado com o facto de ter revelado a uma criança de apenas sete anos que o Pai Natal não existe.

De acordo com o El Español, a empregada já trabalhava há dez anos na empresa e recebeu uma carta de despedimento onde se podia ler que "após três meses de comportamentos inadequados, não há condições para continuar a desempenhar corretamente as suas funções".

Além de se ter dirigido a uma criança e lhe ter contado a verdade acerca do Pai Natal, a mulher criticou ainda, no dia 24 de dezembro, uma cliente que fazia compras, por esta estar a comprar presentes para oferecer, uma vez que a tradição de troca de prendas em Espanha apenas se realiza no Dia de Reis.

 

 

Os comentários estão desactivados.