Cultura

Óscares vão ter novas regras de entrega de envelopes

Medida pretende evitar erros como o do ano passado

Na 89.ª edição da cerimónia dos Óscares, uma troca de envelopes levou a que fosse anunciada a vitória de ‘La La Land’ como melhor filme, quando na verdade o vencedor era ‘Moonlight’. A troca de envelopes deu origem a este erro e, para evitar situações do género este ano a PriceWaterhouseCoopers (PwC) – responsável por receber, contar e velar os resultados dos votos – decidiu adotar novas medidas.

As novas medidas foram anunciadas na segunda-feira pela Associated Press e confirmadas pela academia e a PwC. A primeira regra passa por verificar se a pessoa que vai anunciar o prémio tem, de facto, o envelope correto nas mãos e essa confirmação deve ser feita pelo assistente de palco.

No ano passado, a PwC afastou Brian Cullinan e Martha Ruiz, os responsáveis pela entrega dos envelopes vencedores. Brian foi ainda acusado de estar distraído com o que se passava nos bastidores na altura de entregar o envelope com o prémio de Melhor Filme.

Este ano, haverá os dois habituais responsáveis pela entrega dos envelopes e ainda um terceiro que ficará na régie com os produtores da cerimónia. Os três funcionários terão ainda de participar nos ensaios e antecipar como deverão agir caso ocorra algum erro ou imprevisto.

Recorde-se que o ano passado, Warren Beatty ao abrir o envelope passou o testemunho a Faye Dunaway que anunciou ‘La La Land’ como o filme vencedor. No entanto, quando a equipa estava a subir ao palco para agradecer deu-se conta do erro e que afinal o vencedor do prémio era ‘Moonlight’.