Sociedade

DGS afirma que pico da gripe já deverá ter sido atingido

Graça Freitas, a diretora-geral da Saúde, afirmou, esta quinta-feira, que o pico da gripe “já deverá ter sido atingido” e que a atividade gripal tem, cada vez mais, “tendência para a estabilidade”.
 

Durante um balanço realizado hoje, em conferência de imprensa, Graça Freitas avançou que na terceira semana deste mês, “a atividade gripal continua em epidemia ligeira”. Os casos de gripe têm diminuído no norte e no Algarve e a tendência é que estabilizem na região de Lisboa.

Relativamente à semana passada, Graça Freitas disse que se mantém a predominância do vírus B - o menos agressivo - e que a procura de cuidados médicos foi inferior ou igual à da semana passada.

Até ao momento, a epidemia da gripe provocou oito vítimas mortais, a maioria tratava-se de pessoas que se encontravam internadas nos cuidados intensivos.

Já o boletim de vigilância epidemiológica da gripe, refere que a atividade é de baixa intensidade e com tendência estável, com uma taxa de incidência de 58,4 por 100 mil habitantes.

"Foram reportados 13 casos de gripe pelas 26 Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) que enviaram informação. Foi identificado o vírus influenza A em 3 (23%) doentes e o B em 10 (77%). A proporção de casos de gripe admitidos em UCI nesta semana (4,4%) é semelhante à da semana anterior (4,2%)", pode ler-se no boletim.