Cultura

Próximo passo do Facebook é apostar na proximidade

Algoritmo vai passar a dar prioridade às histórias locais. 

A decisão foi confirmada por Mark Zuckerberg. A rede social vai apostar nas histórias publicadas por amigos e menos nas marcas.

A esta alteração só escapam os meios de comunicação. "“Estamos a fazer uma série de atualizações para melhorar a qualidade, [e publicar] notícias de confiança", explicou. 

"Na semana passada atualizámos [o feed] para que apareçam mais notícias de meios que são considerados de confiança pela nossa comunidade. Hoje, a nossa próxima atualização será no sentido de promover notícias de fontes locais de informação”, avançou o CEO do Facebook. 

Zuckerberg justificou a decisão com o facto de os utilizadores pedirem "para ver mais notícias locais no Facebook" que ajudem a compreender "os assuntos que interessam à nossa comunidade". E defende ainda que "as pessoas que sabem o que se passa à sua volta têm maior probabilidade de se envolver e fazer a diferença”,

"Tal como anunciámos no início do mês", anuncia o Facebook, "estamos conscientes de que vai haver uma redução significativa de notícias no feed dos nossos utilizadores, a troco de uma maior interação social com a família e amigos”, confirma. As histórias locais farão "parte do nosso plano em enfatizar as notícias de qualidade, em especial aquelas que têm uma leitura garantida”. 

“Os pequenos meios de comunicação local" poderão ser beneficiados, "uma vez que tendem a produzir informação destinada a um nicho de leitores concentrados numa zona”. "Este é o nosso trabalhado para reduzir a quantidade de notícias falsas, enganadoras, de clickbait e sensacionalistas”, remata a declaração pública assinada pela equipa da rede social.