Internacional

Procuradores do MP da Florida vão pedir pena de morte para Nikolas Cruz

Atirador da escola de Parkland matou 17 pessoas no passado mês de fevereiro 

Os procuradores do ministério público do estado da Florida, EUA, anunciaram, esta terça-feira, que vão pedir a pena de morte para Nikolas Cruz, o jovem que matou a tiro 17 pessoas, numa escola secundária de Parkland.

O suspeito vai ser amanhã, quarta-feira, presente a tribunal para ser formalmente acusado da morte de 17 pessoas e, os seus advogados já fizeram saber que este aceitará declarar-se culpado, caso não seja executado.

Apesar do anúncio feito hoje pelo ministério público da Florida, existe ainda a possibilidade de negociação da pena, mas a data do julgamento do atirador ainda não foi marcada.

O procurador do condado de Broward, Michael Satz indica estar convicto de que a acusação vai demonstrar que os homicídios foram “odiosos, atrozes e cruéis".