Desporto

Taça de Inglaterra. Mourinho nas meias-finais, Carvalhal cai

O Manchester United bateu o Brighton por 2-0, enquanto o Swansea não teve capacidade para discutir o resultado frente ao Tottenham: 0-3

Voltaram os sorrisos em Old Trafford. Depois da dolorosa eliminação na Liga dos Campeões, aos pés do Sevilha, o Manchester United regressou neste sábado aos triunfos: venceu o Brighton & Hove Albion por 2-0, apurando-se assim para as meias-finais da Taça de Inglaterra.

Num encontro que decorreu debaixo de forte queda de neve, a equipa orientada por José Mourinho adiantou-se no marcador aos 37 minutos, por intermédio do ponta-de-lança Lukaku, num desvio de cabeça após cruzamento de Matic. Seria o médio sérvio, antigo jogador do Benfica, a fechar o resultado aos 83', também de cabeça, este na sequência de um livre lateral batido por Ashley Young.

Pior sorte teve o Swansea, de Carlos Carvalhal, que logo ao início do dia foi batido em casa pelo muito mais poderoso Tottenham: 0-3. Os spurs dominaram praticamente todo o jogo e tiveram em Eriksen o expoente máximo: o médio dinamarquês bisou (11' e 62'), com o argentino Lamela a fazer o outro tento em cima do intervalo (45'+1').

Apesar do resultado, e consequente eliminação, o treinador português não perdeu o alto astral... nem a apetência pelas expressões e analogias, que tem feito as delícias da imprensa britânica. "Não estou desapontado. Hoje veio uma tempestade, mas depois da tempestade vem o bom tempo. E a tempestade veio porque eles têm uma boa equipa, muito boa equipa. Sabíamos, e todos sabem, que eles são melhores que nós. Levaram o jogo de forma muito séria, muito organizados. Pelo respeito que tiveram por nós, sabiam que tinham de dar o melhor para nos ganhar. E fizeram-no", declarou Carvalhal no final da partida.

O sorteio das meias-finais decorre neste domingo, logo depois dos encontros Wigan-Southampton e Leicester-Chelsea.