Tecnologia

Há uma campanha para deixar o Facebook

Hashtag #DeleteFacebook é a reação colectiva da Internet à notícia da utilização de dados pessoais dos utilizadores na eleição de Trump e no Brexit. 

Christopher Wylie, ex-funcionário da empresa de análise de dados Cambridge Analytica revelou ao The Observer (publicação semanal do The Guardian) que mais de 50 milhões de perfis foram recolhidos para ajudar a eleição de Donald Trump. A conta foi imediatamente suspensa pelo Facebook e pelo Instagram. 

Mark Zuckerberg e os advogados ainda terão tentado impedir a publicação da notícia e de um outro artigo sobre o tema no New York Times mas não conseguiram. Wylie contou também que o Facebook tinha conhecimento da utilização da base de dados há dois anos "mas nada fez" para resolver o problema. 

O Facebook afirmou que o episódio não se tratou de uma "falha de segurança”, pois os utilizadores concordaram ao aceder à aplicação em partilhar os seus dados e dos amigos que têm na plataforma. No mesmo comunicado, divulgado um dia antes de a notícia ser partilhada pelo The Guardian, a empresa afirmou que ia cortar todas as relações com a Cambridge Analytica.