Tecnologia

E a marca mais recente a sair do Facebook é... a Playboy

A decisão foi avançada no Twitter

Não é a primeira e provavelmente não será a última. Depois de várias marcas o terem feito nos últimos dias, a Playboy junta-se à onda de contestação contra o Facebook e a sua política de proteção de dados e abandona a rede social.

A decisão foi avançada e justificada no Twitter pelo filho do fundador da revista, Cooper Hefner, na sua página.

Num pequeno comunicado, Hefner descreve mesmo a rede social como "sexualmente repressiva". "As diretrizes do Facebook continuam a contradizer os nossos valores", acrescenta.