Internacional

Procuradores espanhóis e alemães reúnem-se para decidir futuro de Puigdemont

Procuradores espanhóis vão mostrar aos procuradores alemães que existem provas que comprovam as acusações de rebelião e sedição

Os procuradores espanhóis e alemães irão reunir-se durante as próximas horas, em Haia, para discutirem o futuro de Carles Puigdemont, ex-presidente da Generalitat.

Segundo o El País, os procuradores também irão discutir a probabilidade de se incluírem novas provas que comprovem a acusação de rebelião e sedição.

A reunião deverá ocorrer em Haia, segundo fontes judiciais citadas pelo jornal, porque é onde fica sediado o Eurojust, e entidade da União Europeia responsável por reforçar a cooperação judicial entre os países membros.

Na reunião irão participar vários membros do ministério público de Espanha e membros do tribunal regional de Schleswig-Holstein – a instância que vetou a entrega de Puigdemont à Espanha.

A reunião tem como objetivo mostrar aos procuradores alemães que há provas suficientes que justificam os crimes de rebelião e sedição.