Sociedade

Visita às salinas da Figueira da Foz

As salinas da Figueira da Foz situam-se no estuário do Rio Mondego, repartindo-se pelo braço Sul do Rio e pela Ilha da Morraceira.

Mariana Esteves
Mariana Esteves
Mariana Esteves
Mariana Esteves
Mariana Esteves

Um aspeto característico das salinas é a existência dos típicos armazéns de Sal, construções feitas em madeira de pinho português assente numa plataforma com capacidade para armazenar entre 150 a 200 toneladas de sal.

O sal é conseguido pela evaporação solar. Entre os anos 70 e 90 houve uma quebra forte na produção e um abandono muito significativo nas salinas. Em 1936 existiam 500 salinas, ao passo que em 1791 existiam 1115.

Nos anos 50 a produção de sal era cerca de 30 mil toneladas e esgotava-se na pesca, pesca do Bacalhau, na salga das carnes e do peixe.

Para salvaguardar este património foi criado um museu nas salinas num percurso pedestre de 3 quilómetros e passeios turísticos de barco. Estas mais valias permitem aprofundar conhecimento sobre esta prática antiga, que caracterizou a paisagem da zona, e que hoje cada vez mais se quer conservada. Atualmente existem 42 Salinas.