Desporto

Alvo das tochas era Rui Patrício? Juve Leo esclarece

Claque do Sporting emitiu um comunicado

A Juventude Leonina emitiu esta terça-feira um comunicado no qual esclarece o que aconteceu durante o dérbi de Alvalade, no sábado passado. No documento, a claque do Sporting falou sobre a ‘chuva’ de tochas durante o jogo e manifestou o seu apoio em relação à utilização de engenhos pirotécnicos.

A claque decidiu responder ao “churrilho de mentiras vindas a publico pelos cartilheiros, comentadeiros e paineleiros desta triste comunicação social, que infelizmente também tem sido alimentada por alguns ditos sportinguistas, com o único objetivo de fomentar a intriga, a desunião e atacar o Sporting Clube de Portugal”.

“A Juventude Leonina é uma claque ultra e o que se passou no sábado foi um festival pirotécnico dos melhores já alguma vez vistos em Portugal. A Juventude Leonina luta pela legalização da pirotecnia e espetáculos como o de sábado deviam ser repetidos mais vezes”, refere o comunicado.

A Juve Leo considerou “vergonhosa” a imagem passada pela imprensa e explicou que o objetivo nunca foi atingir o guarda-redes do Sporting: “Mas alguém no seu perfeito juízo poderá pensar, que ainda por mais, num derby, íamos atacar o nosso guarda redes? Simplesmente calhou o Rui Patrício estar naquela baliza, pois se fosse o guarda redes visitante seria igual”.

“A Juventude Leonina, como já anteriormente tinhamos referido, não toma partidos de ninguém, nem recebemos pedidos de ninguém, a Juventude Leonina limita-se a apoiar o Sporting Clube de Portugal e todos os que o representam, lutando e ajudando sempre a que a união entre todos seja feita de aço”, acrescenta o documento.