Economia

Allianz apresenta lucro de 1,9 mil milhões de euros no primeiro trimestre de 2018

As receitas totais aumentaram de 0,7% face ao mesmo período do ano passado, fixando-se nos 36,5 mil milhões de euros

Nos primeiros três meses do ano, o rendimento líquido atribuível aos acionistas do grupo Allianz subiu para os 1,9 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 6,8% em relação ao primeiro trimestre de 2017. Segundo a empresa, o resultado foi impulsionado "por um maior investimento não operacional, uma redução em despesas de reestruturação e uma taxa efetiva de imposto inferior".

As receitas totais aumentaram de 0,7% para 36,5 mil milhões de euros, em comparação com os 36,2 mil milhões de euros registados no período homólogo de 2017. 

O crescimento da receita interna, que ajusta os efeitos de câmbios e de consolidação, foi de 4,9% com contribuições positivas de todos os segmentos de negócio. 

Já o lucro operacional caiu 6,0% - o que corresponde a 176 milhões de euros -, atingindo os 2,8 mil milhões de euros. 

O grupo Allianz explica que "os principais impulsionadores da redução foram as conversões cambiais de 142 milhões de euros e o benefício de 148 milhões de euros no ano anterior, relacionado com a administração de pensões corporativas".

O desempenho operacional do trimestre corresponde a 25% da meta de lucro operacional do grupo definida para este ano, "o que confirma o bom caminho dos resultados anuais", refere a companhia de seguros.

“A Allianz teve um bom começo este ano. Registámos aumentos tanto em receitas como em resultados, ainda que a volatilidade do mercado se tenha destacado a um nível operacional no primeiro trimestre. Este bom desempenho coloca a Allianz no caminho certo para cumprir os seus objetivos de 2018”, afirma Oliver Bäte, CEO da Allianz SE.

O lucro líquido básico por ação (EPS) subiu para 4,46 euros. A análise da rentabilidade dos capitais próprios (RoE) foi de 13,8%, quando comparada com os 11,8% registados em 2017. A capitalização do Índice de Solvência II permaneceu firme com os 225% registados no final do trimestre, em comparação com os 229% assinalados no final de 2017.

A 27 de Abril de 2018, o grupo Allianz concluiu a aquisição das minorias da Euler Hermes e retirou as ações da Euler Hermes da Euronext Paris. Para a empresa, "esta operação marcou um passo importante na estratégia do Grupo Allianz, na implantação de capital em negócios estratégicos que proporcionem sólido desempenho operacional e fortaleçam posições em mercados centrais, particularmente em seguros de Propriedade e Acidentes".

O grupo concluiu também o seu segundo programa de recompra de ações, lançado no inicio de 2018, com um volume de 2 mil milhões de euros e um total de 10,4 milhões de ações no início de maio.