Desporto

Argentina. Salvio e Acuña no Mundial

Os extremos de Benfica e Sporting fazem parte dos 23 eleitos por Jorge Sampaoli para representar a seleção alvi-celeste na Rússia. Battaglia, outro sportinguista, estava pré-convocado mas caiu da lista final

A Argentina irá estar representada no Mundial da Rússia com dois atletas que atuam em Portugal: Salvio (Benfica) e Acuña (Sporting) foram convocados por Jorge Sampaoli. Battaglia, outro sportinguista, estava nos pré-convocados, mas acabou por ser preterido da lista final de 23 nomes.

A convocatória da seleção alvi-celeste integra ainda Otamendi (ex-FC Porto), Rojo (ex-Sporting) e Di María (ex-Benfica), além de muitos outros nomes sonantes do futebol mundial - com Lionel Messi à cabeça, claro.

¡#Rusia2018 está en marcha! Estos son los 23 elegidos por Jorge Sampaoli para representar a la Selección Argentina en la próxima Copa del Mundo 🇦🇷 #VamosArgentina #SomosArgentina pic.twitter.com/Nd930JwQXt

— Selección Argentina (@Argentina) 21 de maio de 2018

 

A Argentina, refira-se, integra o grupo D da prova, juntamente com Islândia, Croácia e Nigéria, naquele que é por muitos considerado como o grupo da morte deste Mundial.

Pouco depois de ser divulgada a lista com os 23 convocados, Salvio recorreu às redes sociais para demonstrar a sua felicidade com a chamada. Aos 27 anos, o extremo encarnado - que na seleção tem jogado frequentemente como ala, tal como Acuña - irá estrear-se numa grande competição pela seleção principal argentina, na qual soma sete internacionalizações. "O desejo apoiado pela fé não conhece a palavra impossível. Obrigado a Deus por este prémio. É um orgulho enorme representar o meu país no mundial", referiu na publicação.

El deseo respaldado por la fe no conoce la palabra imposible. Gracias dios por este premio. Es un orgullo enorme representar a mi país 🇦🇷 en el mundial @Argentina pic.twitter.com/AF552BeUyI

— Eduardo Toto Salvio (@totosalvio8) 21 de maio de 2018

Acuña, por seu lado, totaliza nove jogos com a camisola principal do seu país. Estará, também ele, na sua primeira grande competição internacional pela Argentina.