Desporto

Conselho Diretivo terá impedido validação das assinaturas para a AG de destituição

Marta Soares diz ter reunido assinaturas representativas de mais de três mil votos.

Num comunicado citado pelo Expresso, Jaime Marta Soares diz que o Conselho Diretivo impediu que as assinaturas que tinham como objetivo realizar uma assembleia-geral para destituição de Bruno de Carvalho fossem validadas.

O presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Sporting já tinha assinaturas representativas de três mil votos, as necessárias para o “requerimento da revogação do mandato” da direção.

Recorde-se que Bruno de Carvalho tinha dito na segunda-feira não ter recebido as assinaturas para a realização de uma assembleia-geral de destituição.

Marta Soares diz agora que já tentou validar as assinaturas, mas que o Conselho Diretivo não o permitiu.

O presidente da MAG do Sporting garante que a assembleia de dia 23 de junho, “a única atualmente convocada de forma legítima, legal e estatutária”, vai mesmo acontecer, conforme previsto.