Sociedade

Processo de Manuel Vicente foi enviado para Angola

O ex-vice-presidente angolano é um dos arguido no julgamento da Operação Fizz

O processo judicial de Manuel Vicente já foi enviado para Angola em formato digital. Segundo nota do Ministério Público a que o SOL teve acesso, “previsivelmente no decurso da próxima semana será, igualmente, enviada à Procuradoria-Geral da República de Angola a certidão em suporte de papel”.

A dimensão do processo, que tem 49 volumes (33 de documentos produzidos até 22 de janeiro e 16 relativos a apensos), apenas agora chegou ao Ministério Público e, por isso, só será enviado na próxima semana. No entanto, a informação em suporte digital foi comprimida em três DVD.

Nas alegações finais do julgamento da Operação Fizz, que decorreram esta manhã, a acusação pede pena de prisão suspensa para Orlando Figueira e Paulo Branco, e, apesar de não requerer a absolvição, o Ministério Público disse não haver probas sobre o envolvimento de  Armando Pires.