Internacional

EUA. Apenas 102 crianças migrantes devem voltar a reunir-se com as suas famílias

Estima-se que cerca de 2.047 crianças estejam nos centros de detenção de menores

De acordo com a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU), esta segunda-feira, menos de metade das crianças separadas das suas famílias, através da política tolerância-zero da administração de Donald Trump, se vão reunir com estas no prazo definido pelos tribunais, ou seja, até esta terça-feira.

A notícia, avançada pela agência Lusa, informa ainda que o número total de menores, que se vão reunir com a sua família, corresponde a 102 e todos eles com idade inferior a cinco anos.

"É lamentável que a administração Trump não consiga reunir nem metade das crianças menores de 5 anos com os seus pais. Essas crianças já sofreram muito por causa desta política, e cada dia a mais apenas aumenta a dor", lamentou Lee Gelenrt, advogado da ACLU.

No total, de acordo com a Lusa, estima-se que cerca de 2.047 crianças estejam nos centros de detenção de menores.

Trump assinou, no final do mês de junho, uma Ordem Executiva que permite a reunião de famílias e que estas fiquem detidas juntas, após vários protestos a nível mundial. A política de tolerância-zero separava as crianças da família na fronteira Estados Unidos - México, visto que não possuíam vistos para imigração legal.