Internacional

China vai investigar indústria de vacinas

Os protestos foram vários depois de vários escândalos devido à venda de medicamentos e alimentos de baixa qualidade, que causaram várias mortes na China

O governo chinês exigiu que fosse feita uma investigação à indústria de vacinas do país depois de vários protestos públicos devido a violações cometidas por um produtor de vacinas contra a raiva.

De acordo com a agência Lusa, o primeiro-ministro, Li Keqiang, em comunicado, que a Changchun Changsheng Life Sciences Ltd “violou uma linha moral”, uma vez que é acusada de fabricar registos de produção e inspeção e acrescentou que vai “reprimir de forma resoluta” todas as violações que coloquem em perigo a segurança pública.

Até ao momento, não houve queixas por ferimentos causado pela vacina contra a raiva, contudo, os protestos foram vários depois de vários escândalos devido à venda de medicamentos e alimentos de baixa qualidade, que causaram várias mortes na China.

Segundo a Lusa, a Changsheng Life Sciences foi obrigada a suspender a produção e a recolher as vacinas contra a raiva.

Na China, em algumas áreas, a raiva é endémica.