Vida

Urso polar morto na Noruega por segurança de cruzeiro gera polémica | Foto

Funcionário de cruzeiro está a ser muito criticado, mas alega que apenas matou o animal em “legítima defesa”.

Um urso polar foi morto por um segurança de um cruzeiro turístico, numa ilha da Noruega, mas o homem alega que apenas agiu em “legítima defesa”, depois de o animal ter atacado um outro segurança.

De acordo com o New York Times, quando dois seguranças saíram do navio MS Bremen, memso à chegada ao arquipélago Svalbard, na Noruega, um deles “foi atacado pelo urso polar e ficou ferido na cabeça”, referiu Negar Etminan, porta-voz da empresa responsável pela embarcação, Hapag-Lloyd Cruises, à mesma publicação.

Logo no momento, o homem atacado foi socorrido e posteriormente transportado para o hospital de helicóptero, não tendo corrido risco de vida.

No entanto, o incidente está a gerar uma onda de indignação nas redes sociais, e estão a ser feitas várias críticas ao homem devido ao impacto do turismo na região.

A empresa responsável pelo cruzeiro já reagiu e afirma que "está ciente da sua responsabilidade quando viaja para áreas ambientalmente sensíveis e respeita a natureza e a vida selvagem", lê-se numa publicação feita através do Facebook.