Sociedade

Durex retira do mercado preservativos com defeito

Em causa estão oito lotes comercializados em Portugal

A marca de preservativos Durex decidiu recolher oito lotes das gamas Durex Real Feel e Durex Sem Látex, comercializadas em Portugal. A empresa detetou falhas na fabricação destes produtores – existe a possibilidade de alguns preservativos se romperem quando se aproximam do prazo de validade.

“Os nossos testes evidenciaram que alguns lotes que se encontram atualmente comercializados em Portugal não passam os requisitos para a pressão de rutura relativos ao final do prazo de validade para o produto. A validade dos lotes afetados encontra-se entre Dezembro de 2020 e Março de 2021”, lê-se no site da empresa, que reforça que "não há uma preocupação imediata na segurança dos consumidores".

A Durex refere que os consumidores podem devolver as embalagens nas farmácias ou nos estabelecimentos onde foram adquiridas, mesmo que já tenha usado alguns preservativos.

“Apenas para os lotes de preservativos afetados por esta questão, poderá haver um aumento no número de preservativos que rompem durante a aplicação ou uso. Por favor, ler sempre a rotulagem que refere “Consulte o médico ou farmacêutico: se o preservativo romper ou verter durante o uso (no máximo nas 72h seguintes)’”, refere o mesmo comunicado.

Para ler o comunicado da marca, clique aqui.