Internacional

Emigrante português desaparecido encontrado morto numa floresta na Bélgica

Miguel estava desaparecido desde dia 6 de setembro

DR  

Miguel Amorim tinha 21 anos e estava desaparecido desde quinta-feira, 6 de setembro. O corpo do jovem português foi encontrado, nesta noite de domingo, por um grupo de pessoas que caminhava pela floresta de Soignes, na Bélgica.

De acordo com a imprensa belga, a autópsia do corpo do jovem emigrante português será realizada ainda hoje, para que sejam averiguadas as causas da sua morte.

Miguel Amorim foi visto pela última vez no dia 6 de setembro, na Universidade de Bruxelas, onde era estudante. O jovem terá abandonado a faculdade por volta das 11horas, depois de ter recebido uma chamada, tendo desaparecido depois disso.

A floresta de Soignes, onde o corpo foi encontrado, fica a seis quilómetros da Universidade de Bruxelas.

A imprensa belga avança que o jovem português vivia numa localidade a 40 quilómetros de Bruxelas, Valónia, e que gostava de ir muitas vezes fazer caminhadas para a floresta onde foi encontrado morto.