Economia

Galp vai passar a cobrar 2 euros a clientes que se atrasem no pagamento da fatura

A partir de agora será penalizado caso ultrapasse o prazo de pagamento da fatura 

A Galp Energia vai passar, a partir deste mês, a cobrar dois euros aos clientes de eletricidade e de gás natural que se atrasem no pagamento da fatura.

Em declarações à Lusa, fonte oficial da Galp disse que "os dois euros são um valor de compensação mínima a cobrar em caso de mora, de modo a cobrir os custos de processamento administrativo originados pelo atraso no pagamento da fatura".

"O cliente entra em mora após o decurso do prazo contratualmente fixado de 21 dias para pagamento das faturas", informou a empresa.

Segundo indica a mesma fonte, esta "trata-se de uma prática que existe também no mercado regulado, em que o valor é fixado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), e que pretende desincentivar o incumprimento do prazo de pagamento das faturas por parte dos clientes".

A Galp informa ainda que os clientes que contratualizaram o serviço a partir de 5 de setembro já têm nas condições gerais do seu contrato o pagamento desta compensação, e aqueles que clientes mais antigos "foram informados previamente desta alteração", que entrou em vigor no dia 1 de outubro.